Não achou o que procura... busque aqui através do Google!

Resultados da pesquisa

Postagem em destaque

TEMAS RECENTES DE REDAÇÃO

Separei neste post os temas de redação cobrados recentemente em diversos Concursos. Post atualizado em março de 2017. Os temas abaix...

terça-feira, 2 de junho de 2015

Fontes do Direito do Trabalho

Fonte formal autônoma, fonte formal heterônoma  e fonte material no Direito do Trabalho



Fonte material: são fatos ou acontecimentos que influenciam na elaboração ou surgimento de uma lei. O exemplo clássico são as greves.


Fonte formal autônoma: criada pelo próprio destinatário. Exemplo: acordo coletivo ou convenção coletiva além dos usos e costumes.


Fonte formal heterônoma: criada pelo Estado. Ex. Leis, portarias, convenções internacionais, sentenças normativas.


Como foi cobrado em prova:

FCC/2014/ TRT1 - Juiz do Trabalho Substituto:

O tema relativo às fontes do ordenamento jurídico é nuclear da Filosofia Jurídica e da Teoria Geral do Direito, na medida em que examina as causas e fundamentos do fenômeno jurídico. Nessa seara, quanto às fontes justrabalhistas, é correto afirmar:

a) As greves e pressões sociais realizadas por trabalhadores objetivando melhorias nas condições sociais e de trabalho são entendidas como fontes formais heterônimas.
b) As Convenções da Organização Internacional do Trabalho - OIT ratificadas pelo Brasil classificam-se como fontes materiais autônomas.
c) As sentenças normativas proferidas em dissídios coletivos econômicos junto aos Tribunais Regionais do Trabalho são consideradas como fontes formais e também materiais, ambas heterônimas.
d) Os acordos e convenções coletivas de trabalho que estipulam normas relativas à segurança e saúde do trabalho, assim como os usos e costumes sobre o tema, são classificados como fontes formais autônomas.
e) As medidas provisórias em matéria trabalhista, editadas pelo Presidente da República, são fontes mate- riais autônomas.






Gabarito: letra d
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...